Pneus Metzeler Tourance Next – Teste Completo

O último casal de pneus que usei na V-Strom é o Metzeler Tourance Next, e chegou a hora de fazer o review desses pneus.

Troquei os Maxxis Presa Detour em Novembro de 2013, e agora (Julho/14) os Metzeler Tourance Next chegaram ao fim, após 7 meses de uso.

Eu já estava pensando em usar um pneu 100% asfalto na V-Strom, pois o meu uso tem sido estritamente urbano, raramente viajo e até hoje só andei na terra uma única vez. A primeira opção que tinha em mente eram os Michelin Pilot Road 3 Trail, mas percebi ser difícil encontrar no Brasil. No entanto, havia disponível o Anakee 3, que também é um tipo 100% para asfalto desenvolvido para as motos trail.

Michelin Anakee 3

Como até então o melhor pneu que eu havia colocado na V-Strom foi o Metzeler Tourance Exp, eu resolvi dar confiança para a marca e optei pelos novos Pneus Tourance Next, que concorrem diretamente com o Anakee 3, sendo pneus desenvolvidos para as motos trail, porém para uso exclusivamente em asfalto. Além disso, eles eram 200 reais mais baratos do que os da Michelin, então achei o custo-benefício melhor.

Metzeler Tourance Next

Posso resumir a minha opinião sobre estes pneus em apenas uma palavra: FANTÁSTICOS. Mas vou detalhar os principais aspectos deles a seguir:

Desempenho em pista seca

O desempenho destes pneus em pista seca é EXCELENTE. São de longe os pneus mais aderentes que usei na V-Strom. É impressionante a segurança que esses pneus passam nas curvas e nas frenagens. A estabilidade da moto em curvas é impressionante, e hoje eu sei porque é que nunca me sentia confiante em fazer curvas “de alta” com a V-Strom. Os sulcos menores (e em menor quantidade) cumprem o papel de manter mais borracha em contato com o solo, o que aumenta a aderência.

Passei no mês passado por um susto e considero que o final não foi trágico justamente por causa dos pneus. Tive que fazer uma frenagem de emergência, e “alicatei” o freio dianteiro de uma forma que, se fosse outro pneu, a roda teria travado e derrapado, levando ao inevitável tombo. Não foi o caso… O pneu grudou no chão e a roda traseira chegou a levantar. Não bati no carro a frente por alguns centímetros.

Desempenho em pista molhada

Na chuva esses pneus são “ok”. Para mim, estão dentro do esperado. Pista molhada é sempre um problema e é preciso ter atenção na pilotagem e evitar as situações de risco. Não passei por nenhum apuro enquanto usava esses pneus na chuva.

Desempenho off-road

Esses pneus não foram feitos para uso off-road, logo, não cabe nem mesmo julgar o desempenho nesta situação. Para este uso existem pneus mais apropriados.

Durabilidade

Esses pneus duraram para mim exatos 15 mil km. Eu coloquei quando a moto tinha 51 mil km, e tirei com 66 mil km. Considero a durabilidade razoável. Duraram menos do que os Maxxis Presa Detour e o Metzeler Tourance EXP, mas duraram mais do que os Bridgestone originais.

Algo que me chamou a atenção é que o pneu dianteiro acabou antes do traseiro. O pneu traseiro ainda poderia ser usado por pelo menos 2000 km quando o dianteiro estava completamente condenado.

Metzeler Tourance Next

Conclusão

Esses pneus são de longe os mais aderentes que já usei na V-Strom. O desempenho deles é excelente em piso seco, não fazem feio na chuva, e têm boa durabilidade. Pneus 100% asfalto estão caindo no gosto dos proprietários de motos trail que não entram nunca na terra.

Infelizmente eu não fiz nenhuma foto da moto no período em que usei os pneus, por isso o artigo não tem fotos dele instalado na minha moto. Vacilo meu.

Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário!

Veja também

Compartilhe!