O perigo das linhas de pipa (e eu quase empacotei)

Neste último sábado eu passei um grande susto, arriscando meu pescoço (literalmente) na Rodovia dos Bandeirantes, em Campinas/SP. O legal é que registrei tudo.

Fui levar meu cunhado ao aeroporto de Viracopos, em Campinas, a apenas 90 km de São Paulo (80 km de Osasco). Na volta, logo no início da viagem, fui surpreendido por uma pipa caindo no meio da rodovia, sem me dar tempo para absolutamente nada. Veja o vídeo e vai entender.

O carro prateado atropelou a pipa, e ela acabou “sobrando” para mim. Sei que quando vi já comecei a frear na hora, mas a linha inevitavelmente se enroscou em mim. O susto foi enorme, pois eu sentia a linha correndo pelo meu corpo e achei que já seria tarde demais.

Quando parei, minha preocupação era saber se estava inteiro, se havia algum corte ou qualquer coisa do tipo. Foi quando vi que a linha fez um corte no meu Capacete, e por ele ficou correndo. A linha não quebrou apesar da velocidade.

Me desenrosquei e tirei a linha que também estava enroscada por toda a Moto, e então segui viagem. No fim das contas, foi só um susto mesmo. Não me machuquei, e os únicos danos foram um pequeno corte no queixo do capacete e um pedaço da minha luva, que saiu provavelmente quando eu tentei quebrar a linha que estava no capacete.

E é claro que vou colocar a anteninha. Sempre tive antena nas minhas Motos, mas estranhamente, em nenhuma das que temos hoje tem. Esse susto já tinha passado antes, mas de Twister e tinha antena, então a situação se resolveu bem mais facilmente.

Fica a dica: Coloque antena e ande com mais cuidado do que eu.

Compartilhe!