Novas Comet EFI e Comet GTR EFI 2010

A Kasinski é uma marca que mudou bastante este ano. A começar pelo lançamento (meio atrasado) das versões 2010 da Comet e da Comet GTR, ambas de 250cc.

Comet GTR 250 2010


As novas Comets agora tem motor alimentado por Injeção Eletrônica, garantindo a conformidade com a Promot 3. Para isso, aparentemente não foi necessário reduzir muito a potência das Motos, que passou de 32,5 cv para 32,1 cv. Em compensação, adicionou uma pequena porém importante melhorada no torque da Moto, que passou de 2,16 kgf.m para 2,31 kgf.m, deixando assim o posto de “250 com o pior torque do mercado”, que agora pertence a Yamaha Fazer 250.

A GTR tem um grande porte, parece uma 600cc para quem é mais desavisado. O pneu 150/70 na roda traseira mais larga que o normal e o escapamento um pouco mais fino que o tradicional dão a impressão de que o pneu é bem largo, como nas super esportivas. Mas isso já existia na versão antiga! Vamos as novidades:

Comet GTR 250 2010 por trás


Comet GTR 250 2010 de frente

A rabeta da moto foi redesenhada, e ficou com um desenho bem mais esportivo. As alças de apoio do garupa, a nova lanterna e o para-lama conferem um desenho bem mais moderno a moto. Além disso, agora é possível escolher a moto em duas cores distintas, tornando os grafismos bem mais bonitos.

Além disso, agora o banco traseiro pode ser aberto com chave, e quando aberto, revela um porta objetos muito útil. Esse recurso já existe nas esportivas maiores a muito tempo, mas era ausente na GTR antiga.

Nova Rabeta e alças do garupa


Novos bancos e paralama traseiro

Outras mudanças foram: As pedaleiras mais recuadas, a nova mesa de guidão com contato de ignição novo, bancos com desenho diferente, bateria de 12 amperes (!) e novos engates no câmbio, que prometem trocas de marcha mais macias e precisas.

A Comet Naked também contém todas estas mudanças, exceto pelas cores, que estão disponíveis apenas em uma cor só, talvez pelo fato de não ter carenagem. Mas uma mudança legal da antiga Comet para a nova é o painel, que agora é o mesmo da versão GTR, com velocímetro digital e tacômetro analógico. Infelizmente não tenho nenhuma foto da Naked.

O preço sugerido para as motos é de R$ 14.990 para a Comet EFI, 17.990 para a Comet GTR de uma cor só e 18.490 para a Comet GTR bicolor… É… o preço continua salgado, ainda mais agora que a Kawasaki começou a produzir a Ninja 250 no Brasil e está vendendo por R$ 15.500. Mas quem é fã da Comet não se deixa levar por pequenas diferenças de preço, pois gosta da moto do jeito que é. Prova disso são as centenas de pessoas que deixam comentários no outro post da Comet aqui no Motos Blog.

Veja mais algumas fotos da Comet GTR EFI 2010:

E ai? Acha que vale o que eles pedem?

Compartilhe!