GravatarMotos Blog » Destaques, Roteiros

Roteiro de Viagem de moto – Foz do Iguaçu


Bom, a vida continua, não é mesmo?
Para inaugurar a sessão de roteiros de viagem, vou falar um pouco sobre a nossa viagem mais recorrente, que é a viagem de São Paulo a Foz do Iguaçu.

Foz do Iguaçu é a cidade onde eu morei por 15 anos e onde a minha família mora até hoje, costumamos ir pra lá a cada dois ou três meses para visitar a família, os amigos e, é claro, a própria cidade, que tem muitas atrações e é um dos principais destinos para turismo no Brasil.

Nossa idéia é fazer um roteiro completo de viagem, que você pode repetir ou ajustar da forma como achar melhor, mas se seguir o cronograma como estou descrevendo, conseguirá curtir uma excelente viagem com poucos dias, gastando pouco e vendo as principais atrações de Foz e do Paraná.

O Trajeto
Existem basicamente dois trajetos para ir de São Paulo a Foz do Iguaçu. Se você digitar estes dois destinos no Google Maps, o trajeto que ele vai desenhar passa por Curitiba. Porém, este trajeto não é o melhor mesmo sendo mais curto. Existe um trajeto 20km maior, porém muito melhor, este trajeto é o que passa por Ourinhos, no interior de São Paulo.

Mapa São Paulo - Foz do Iguaçu - Clique para Ampliar

Mapa São Paulo - Foz do Iguaçu - Clique para Ampliar


Indo por Curitiba, você vai pegar a Rodovia Régis Bitencourt, que é uma rodovia muito perigosa, com serras fechadas, muitos quilômetros de vias não-duplicadas. Resumindo, não vale a pena.

O jeito mais fácil de ir é mirar as cidades principais do caminho, que são Ourinhos, Londrina, Maringá, Campo Mourão, Cascavel e Foz do Iguaçu. De São Paulo, pegue a Rodovia Castelo Branco e siga nela até Ourinhos. As placas vão indicar o caminho, basta segui-las para chegar até estas cidades e você chegará lá. Mas recomendo que você guarde um mapa com você para o caso de se perder.

Todo o trajeto tem postos de gasolina, não há nenhum grande trecho sem postos, porém, leve algum dinheiro, pois nem todos eles aceitam cartões, além disso, você deve estar preparado para o caso de algum pneu furar. Borracharias dificilmente aceitam cartões.

Se você não quiser passar o dia todo viajando, e chegar cansado lá, então pode planejar fazer a viagem em duas partes: A primeira, de São Paulo até Londrina a noite, você se hospeda em um motel apenas para passar a noite, e então ao amanhecer você segue viagem de Londrina até Foz do Iguaçu.

Em Foz do Iguaçu
Ao chegar em Foz, você precisa encontrar um lugar para se hospedar. O ideal é chegar lá sabendo e com uma reserva de hotel já feita. Existem hotéis de todos os preços e em todas as regiões da cidade. Os mais caros ficam perto do parque nacional, como o Hotel Carimã, Bourbon e o hotel das Cataratas que fica dentro do parque nacional. Caso você não queira um hotel de alto padrão existem alguns hotéis sem nenhum luxo, que geralmente são usados por “muambeiros”, pessoas que fazem bate-e-volta para comprar mercadorias no Paraguai sem pagar impostos. Esses hotéis custam em média R$ 50,00 a diária, ou então no centro da cidade temos hotéis sem estrelas, porém de muito bom gosto com diárias de R$ 70,00, se ainda nada disso servir você pode ficar em um Hostel (albergue), não se iluda pelo nome de albergue, o lugar é muito legal, você vai encontrar pessoas de todo o mundo, a diária é barata, custa em média U$ 15,00 e tem lugar pra camping, mas para poder se hospedar em um albergue você deve ser sócio, mais informações você encontra neste site. Outra opção são os Moteis, são muito baratos, você consegue encontrar moteis na faixa de R$ 25,00 logo na entrada da cidade, e servem para você dormir se não quiser se instalar em nenhum lugar.

Os lugares para visitar

Esteja preparado para visitar os lugares mais legais de Foz do Iguaçu.

  • As Cataratas do Iguaçu – Lado Brasileiro
    Cataratas do Iguaçu - Lado Brasileiro

    Cataratas do Iguaçu - Lado Brasileiro


    Com certeza o lugar mais lindo de Foz, e na minha opinião um dos lugares mais lindos do mundo, você pode ir de Moto ou carro até o centro de visitantes, que fica na entrada do parque nacional. Lá tem um lugar seguro pra estacionar a sua moto. O estacionamento custa em torno de R$ 7,00, se não for de veiculo próprio pode pegar um ônibus no centro da cidade, que te levará até o centro de visitantes por apenas R$ 1,95. Chegando no parque, terá que comprar os ingressos que hoje custam R$ 13,00 cada e é indispensável a apresentação da carteira de identidade (pois o preço é diferente para Brasileiros e Estrangeiros), depois disso você vai pegar um ônibus que te levará por um passeio dentro do parque até chegar nas cataratas, eu costumo dizer que se você não acredita em Deus quando chega as Cataratas do Iguaçu com certeza vai entender que tem algo muito superior a nós, o lugar é maravilhoso, único, você vai sentir como se estivesse em um lugar privilegiado por Deus, aproveite para tirar muitas fotos pois o lugar vale muito a pena.
    Dentro do parque ainda temos a opção de outros passeios como o Macuco Safári, que tem a opção de subir as cataratas de barco, consulte os preços antes, pois os passeios dentro do parque não costumam ser muito baratos.
  • Cataratas do Iguaçu – Lado Argentino
    Cataratas - Lado Argentino

    Cataratas - Lado Argentino


    Tão lindo quanto, mas a estrutura do parque é um pouco diferente e o preço é maior, acredito que esteja custando em média R$ 30,00 para estrangeiros que é o nosso caso, em Foz do Iguaçu, brasileiro e argentino não discute sobre futebol e sim sobre quem tem o lado mais bonito das cataratas, segue abaixo um vídeo promocional da campanha vote nas cataratas, aproveite e vote nas cataratas do iguaçu para uma das 7 novas maravilhas da natureza.

  • A Argentina
    Duty Free Shop Argentina

    Duty Free Shop Argentina


    Fora as Cataratas do Iguaçu, não temos muito o que fazer na argentina, logo na entrada antes passarmos pela fiscalização da aduana argentina temos o Duty Free Shopping, ótimo para fazer compras de tênis importado, perfumes e bebidas, mas atenção! Você deve levar o RG, não serve carteira de motorista ou qualquer outro documento, tem que ser o RG ou não vai entrar na argentina, nem no Duty, o jeitinho brasileiro não funciona com nossos amigos argentinos, ou você leva o RG ou não entra no pais deles, entrando em Puerto Iguazú provavelmente você vai achar que a cidade parou no tempo, além da boa comida não tem nenhum passeio que eu recomende.
  • O Parque das Aves
    Parque das Aves

    Parque das Aves


    O parque da aves fica próximo a entrada do parque nacional, o ingresso custa R$ 16,00 e vale muito a pena, é um lugar encantador com aves muito domesticadas, eu recomendo.
  • O Paraguai
    Ciudad del Este - Paraguai

    Ciudad del Este - Paraguai


    Parada obrigatória para todos que vão a Foz, o paraíso do consumo, um contraste entre a pobreza e a tecnologia, um dica muito valiosa que eu dou é, fuja dos shoppings de turistas, se quiser bons preços e mercadorias originais siga para o lado esquerdo que é para onde vão os compristas, do lado direito tem os shoppings para turistas como o shopping americana onde você é comum a pratica de enganar os turistas, pelo lado esquerdo temos os grandes shoppings de informática como o Lai Lai center e o Shopping Monalisa onde você pode comprar perfumes e bebidas com procedência garantida.
  • A Itaipu
    Itaipu Binacional

    Itaipu Binacional


    Se nas cataratas você conhece o poder de Deus, na Itaipu você conhece o poder do homem. Uma estrutura gigantesca, eu costumava entrar na Itapu todos os dias pois trabalhava em uma biblioteca que ficava dentro do parque tecnológico, mas mesmo conhecendo bem o lugar ainda ficava espantada com tamanha grandiosidade e tecnologia, é possível fazer vistas agendadas dentro da usina, para mais informações acesse o este site.

Os lugares para NÃO visitar

  • O Marco das Três Fronteiras
    Marco das Três Fronteiras

    Marco das Três Fronteiras


    Morei em foz do Iguaçu 15 anos e nunca fui ao marco das Três Fronteiras, o que era pra ser um lugar com vista para os Três países acabou se tornando ponto de encontro de marginais, é comum assalto a turistas, eu não recomendo.

Onde e o que comer

Foz do Iguaçu tem muita variedade para comida. Na Av. Juscelino Kubitschek, região do centro, existem muitas opções. Destaco duas em especial, que são o Shawarma, um lanche típico árabe, feito no pão sírio com carne ou frango em pedaços. É barato e muito gostoso. Também destaco a Confeitaria Jauense, uma casa especializada em doces e salgados. Experimente lá a torta de bolacha, que é muito boa.

Na Argentina, no centro de Pueto Iguazú, existem vários barzinhos que servem tábuas de frios, salames e queijos de primeira por um preço muito bom. Vinhos, licores, tudo barato. Também tem a feirinha gastronômica, com azeitonas, azeite de oliva e alfajor, tudo muito bom e barato.

Preparando a viagem de retorno
Para viajar de volta não tem segredo, basta seguir o caminho inverso ao da ida, porém, advirto a fazer uma troca de óleo da moto, pois o motor aquece muito em viagens longas. Além disso, não se deve esquecer de lubrificar e esticar a corrente da moto. Procure uma concessionária do fabricante da sua moto em Foz do Iguaçu para realizar estes ajustes para você. Lá tem concessionárias das principais marcas. E evite viajar de Foz do Iguaçu até Campo Mourão a noite, pois a cerração (neblina) durante a noite neste trecho é muito forte e fica muito perigoso viajar assim.

Espero que tenha gostado do nosso primeiro roteiro de viagem! Comentem!

Compartilhe este texto!


Digite o seu nome e e-mail abaixo e saiba quando o Motos Blog é atualizado! Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail! É GRÁTIS!

Seu nome
Seu E-mail