Lei que proíbe garupa nas motos aprovada na Assembleia Legislativa de SP

Mais uma contra os Motociclistas: O já conhecido inimigo dos motociclistas, deputado Jooji Hato, do PMDB, que propôs o projeto de lei número 485, teve sua proposição aprovada na Assembleia legislativa do estado de São Paulo.

Jooji Hato

Agora, para virar lei, basta que o Governador Geraldo Alckmin, do PSDB, sancione.

A lei, entre outras coisas, prevê que nas cidades no estado com população superior a 1 milhão de habitantes, seja proibido que as Motos levem passageiros nos dias úteis. Além disso, a lei também obriga aos motociclistas usarem um colete com as letras e números da placa da Moto, em cores fluorescentes, e os mesmo dizeres em adesivos colados ao Capacete.

Se você está revoltado com isso, saiba que não está sozinho. É difícil acreditar que um projeto tão absurdo tenha chegado tão longe.

Jooji Hato, que diz ser Motociclista, certamente não conhece a realidade dos grandes centros urbanos. Ele acha que as Motocicletas só tem 2 usos: Ou por motoboys, que sempre andam sozinhos, ou por motociclistas de fim de semana, que não raramente estão com garupa. Se esquece do fato que a moto é um veículo de 2 lugares, e que portanto, pode ser usado com duas pessoas em qualquer dia da semana.

Muita gente vai e volta do trabalho de moto, e dá carona a algum amigo ou parente. Muita gente sai para passear durante a semana, e vai com a esposa, namorada, filhos, amigos… enfim, é absurdo pensar que eu não vou mais poder sair durante a semana com minha esposa na garupa da moto.

E com relação a placa da moto no capacete? Eu tenho 3 motos em casa, como eu faço? Vou ter que ter 3 capacetes também? E minha mulher também vai ter que ter 3 capacetes? 6 capacetes para um casal… Que ótimo.

Isso é simplesmente INACEITÁVEL. Espero que o Governador Geraldo Alckmin (o qual eu votei, acreditando ser alguém sério) tenha o bom senso de descartar esse projeto de lei absurdo. Do contrário, eu mesmo vou organizar um protesto em frente a sede do governo estadual no mesmo dia em que a lei for sancionada. E eu conto com a ajuda dos 220 mil leitores que passam por aqui todos os meses para isso.

Por hora, você pode contribuir assinando a petição pública (Abaixo assinado) neste link. Assine já!

Há também um evento sendo organizado pelo Facebook. Entre neste link, leia atentamente a descrição do evento, e confirme a sua presença. Deixo claro que não sou eu quem estou organizando, mas achei interessante divulgar, e sim, eu vou participar.

Compartilhe!