Contran Proíbe Xenon – Agora é pra valer

Mal instalei Xenon na minha Moto, e ele foi proibido.

O Contran – Conselho Nacional de Trânsito – publicou anteontem (07/06/2011) a resolução 384, que, entre outras providências, proíbe o uso de faróis de Xenon.

As únicas exceções são os veículos que já vem com o Xenon de fábrica, e os veículos que já foram devidamente regularizados com a alteração nos faróis. Para todos os outros, não há brecha: É proibido e pronto.

A justificativa é óbvia: Os faróis de Xenon são muito mais potentes que os convencionais, e como o conjunto ótico dos veículos não foi feito para este tipo de lâmpada, a forte luz acaba ofuscando os condutores dos outros veículos, causando incomodo e até causando acidentes.

Os faróis de Xenon já foram alvos de outra resolução do contran em 2009, mas como havia na época uma forma de legalizar a alteração do xênon, e haviam limites técnicos para a potência das lâmpadas, criou-se brechas que tornava impossível a fiscalização por parte dos agentes rodoviários, que obviamente não possuem equipamentos para aferir se determinado veículo está ou não dentro destes limites técnicos.

Moto com Xenon

Com a nova resolução, este problema desaparece, e os agentes agora podem facilmente identificar se o veículo está irregular ou não: Tem Xenon – está irregular.

Para ler a resolução na íntegra, clique aqui.

Compartilhe!