Motociclistas deverão pagar pedágio a partir de 2009

Hoje, nas rodovias estaduais do estado de São Paulo, as Motos não precisam pagar pedágio. Graças a um decreto que vigora desde 1977, as motos podem circular livremente pelas rodovias estaduais, que em São Paulo, correspondem a mais de 90% das rodovias. Mas esta situação poderá mudar em 2009.


O Decreto 9.812 de 1977 proíbe a cobrança de pedágio nas rodovias de São Paulo, mas o governo pretende revogar o decreto, e provavelmente o pedágio será cobrado, custará a metade do que um veículo de passeio paga.

As concessionárias das rodovias alegam que os custos para operar aumentaram devido ao aumento na frota das motos nos últimos anos. Não podemos negar que isso é verdade, porém, é apenas um reflexo da incapacidade de gestão do governo. O IPVA deveria ser usado para este fim, porém, o governo “aluga” as rodovias a empresas privadas e estas cobram da população para manter a rodovia. O governo então recebe o IPVA e faz o que com o dinheiro? Ninguém sabe. Além disso, as concessionárias lucram MUITO dinheiro fornecendo conexões de fibra ótica por todo o percurso por onde passam as rodovias. Isso por sí só já pagaria a manutenção das rodovias muitas vezes. Mas as coisas no Brasil sempre funcionam assim. Para os carros a realidade já é esta a algum tempo, e para as motos, no resto do país também.

As principais rodovias que serão afetadas pela mudança são a Rodovias Raposo Tavares, Marechal Rondon, Ayrton Senna, Carvalho Pinto e D. Pedro I, Castelo Branco, Rodoanel Mario Covas, Rodovia dos Imigrantes, Anchieta, Rodovia dos Bandeirantes e Anhanguera.

Segundo a Artesp, a participação de Motocicletas na frota de veículos do Estado pulou de 9,4% em 1998 para 16,4% no ano passado.

Compartilhe!