Seguro de motos – É possível ou não?

Fazer seguro de uma Moto é uma tarefa complicada. Primeiramente porque são poucas as seguradoras que fazem este tipo de seguro. Depois porque as que seguradoras que fazem cobram um preço absurdamente caro.

UPDATE: Há uma cotação atualizada neste link!

Em 2003 comprei uma Twister Zero Km, e queria fazer o seguro. A única seguradora que fazia na época era a Porto Seguro, mas o valor do seguro era de R$ 3.400,00. Levando em consideração que eu paguei na época R$ 8.140,00 na moto, o seguro beirava os 40% do valor do bem. Está certo que o meu perfil era o pior possível (São Paulo, 20 anos, solteiro, sem filhos, moto o dia todo na rua, etc).

Quando comprei a Falcon, em 2006 (também zero), a situação já havia melhorado um pouco. O perfil ainda é o mesmo, mas o seguro de R$ 3.200,00 reais já parecia mais atraente ante os R$ 14.500,00 do valor do bem, mas ainda assim o valor é alto.

O que percebo é que: Quanto maior o valor da moto, menor será o valor do seguro proporcionalmente ao preço. O seguro de uma Hornet 600 custa R$ 3.000,00 para o perfil 30 anos, 10% do valor da moto (no primeiro ano, depois vai pra 5000). As Motos de 125cc nem conseguem ser seguradas em São Paulo, pois as seguradoras não fazem esse seguro.

Os motivos são muitos, mas apesar da aparência, nem tudo está perdido.

Em motos menores, não compensa fazer seguro, pois além do preço ser exorbitante, o benefício não é grande. Compensa você ficar sem o seguro, e consertar sua moto caso ela sofra algum dano (o conserto de motos pequenas normalmente é barato, dependendo do grau de dano), ou comprar uma moto nova caso ela seja roubada, afinal, motos pequenas são baratas, e com o preço do seguro, em 2 anos você já teria juntado o montante para comprar uma moto nova. A chance de sua moto ser roubada em menos de 2 anos é muito pequena, portanto. Além disso, você pode proteger sua moto usando algum bom alarme, segredo anti-furto ou travas com chave. Tenho motos desde 2000, nunca fui roubado, e o maior dano até hoje foi de R$ 220,00 quando caí com a Twister.

Já no caso das motos maiores, o seguro é mais necessário, afinal, ninguém quer arriscar perder alguns milhares de reais de uma hora para outra, não é? Mas via de regra, pode-se baratear o seguro retirando algumas coberturas que não se usa muito. Se você fizer um seguro que priorize mais o roubo e furto do que as batidas, então terá um valor “possível”. Normalmente o preço da Franquia é tão alto quanto ou mais alto do que o preço do conserto da moto, então vale a pena pagar do bolso (e poder escolher a oficina e negociar).

Se você mora no interior ou em cidades menos caóticas que São Paulo e Rio de Janeiro, então é bem provável que o seguro seja um bom negócio, pois o valor fica muito mais barato nestes lugares. Motos tipo Custom também tem seguros com preços muito bons.

Compartilhe!