Como enfrentar um alagamento

Nessa época de verão, quando as chuvas torrenciais são comuns, é normal encontrar pontos de alagamento ou enchentes. Muita gente preocupada em chegar mais rápido acaba colocando sua Moto na água para tentar atravessar o alagamento.

Alagamento



Atravessar uma área alagada requer muita atenção, paciência e técnica. Os principais riscos de você colocar sua moto na água são:

Entrar água no motor

Existem duas formas de a água entrar no motor: Uma é sendo aspirada pela caixa do filtro de ar, e a outra, é sendo aspirada pelo escapamento. O escapamento, a princípio, apenas expele gases, então seria impossível a água entrar no motor por ele, mas em um curto período de tempo, quando você “desacelera” o motor, o escapamento acaba aspirando um pouco de ar, e se ele estiver submerso na água, será água que ele irá aspirar.
Já a caixa de filtro de ar, bom, essa aspira ar o tempo todo, e se ela estiver submersa, ela irá aspirar a água também.
Quando a água entra no motor, há um grande risco de haver calço hidráulico. Por definição, a água não pode ser comprimida. O motor comprime o gás combustível na câmara de combustão para funcionar. Se você trocar esse gás por água, então o motor não vai girar (pois a água não pode ser comprimida), e então provavelmente o motor vai quebrar. Portanto, evite deixar a água entrar no motor.

Para evitar que a água entre no motor, as dicas são simples. Se você entrou na água com a moto, engrene uma marcha e não desacelere por nada. Mantenha uma velocidade constante até terminar de cruzar a área alagada. Se você perceber que a altura da água vai cobrir a caixa do filtro de ar, então desligue a moto imediatamente. É melhor empurrar a moto desligada e submersa na água do que arriscar deixar a água entrar.

Moto em Alagamento

Bater em algum obstáculo e cair

É muito difícil se localizar no meio da água. Como você não vai enxergar o chão, pode ser que bata em uma calçada, encontre uma boca-de-lobo aberta, encontre pedaços de madeira, ferro e todo tipo de lixo submerso. Se você cair com a moto ligada, certamente não terá tempo de desligá-la, e ela vai ficar funcionando submersa na água, o que pode causar a quebra do motor. Portanto, se você vai encarar a enchente, faça isso em algum local que você já esteja familiarizado e saiba evitar os pontos mais perigosos.

Ser infectado por doenças

A água só está presa na área alagada pois os bueiros não estão escoando a água. Portanto, essa água é a mesma que deveria ir embora pela rede de esgoto (ou água que voltou de lá). Essa água possui todo tipo de sujeira que você imagina, e é muito perigosa. Se a área alagada for mais profunda e você possui algum ferimento na pele, nem pense em passar, pois provavelmente irá causar uma infecção.

Ser arrastado pela correnteza

Em alagamentos com águas que correm, arrastar uma moto contra a correnteza é dificílimo. A água leva sua moto com se fosse de feita de isopor. Então evite entrar na água se perceber que a água não está parada. Você pode cair danificar sua moto, e o pior, ser arrastado para sabe-la-onde, correndo sério risco de se machucar ou até morrer.

O melhor a fazer

No caso de um alagamento, o melhor a fazer é tentar voltar para de onde veio, ainda que seja contramão. Você pode descer da moto e empurrá-la caso a via seja de contramão, e assim você pode tentar chegar ao seu destino por um caminho alternativo. Enfrentar um alagamento só é uma boa opção se ele for relativamente raso, numa área muito conhecida, com água parada ou muito lenta e no caso de não haver uma rota alternativa. Portanto, é bem improvável que você tenha mesmo que encarar uma enchente.

Alagamento – Repare o telefone público

Foi o que eu fiz: Segunda-feira eu passei por uma situação dessas: Era meia-noite, eu estava louco para chegar em casa, e me deparei com um alagamento. Arrisquei passar por ele, mas de repente o alagamento ficou muito profundo, e eu acabei desligando a moto e tendo que empurrá-la até um posto de gasolina que ficava no meio do alagamento. Fiquei preocupado, pois a moto ficou completamente submersa na água em um dado momento. Acabei ficando ilhado por uns minutos, até que encontrei uma rua próxima com um nível de água mais baixo, e que me serviu de saída para tentar uma rota alternativa. Foi tenso, mas a moto funcionou normalmente e pude chegar em casa. Levei mais tempo, mas cheguei inteiro.

Você já pegou alguma enchente com a moto? Como foi?

Compartilhe!