GravatarMotos Blog » Mecânica, Tutoriais

Comportamento dos motores – Parte 11 – Refrigeração


A refrigeração dos motores é importantissima e diz muito sobre o desempenho dele. Saiba mais a seguir.

Existem basicamente 3 tipos de refrigeração em motores: A ar. a óleo e liquida (vulgarmente conhecida como “a água”).

Motor Refrigerado a Ar

Motor Refrigerado a Ar


A refrigeração a ar é a mais simples de todas. O cilindro e o cabeçote possuem aletas, geralmente de alumínio, que recebem o calor gerado pelo funcionamento do motor e transferem para o ar. A troca do calor com o ar se dá pelo movimento da Moto. O ar (que está mais frio que o motor) passa pelas aletas, resfria-as, e então o motor resfria. A maioria das Motos baratas possuem este sistema de refrigeração. Ele também é o menos eficiente dos três. Ele só pode ser usado em motores de desempenho mais baixo justamente pela baixa eficiência. Estes motores já não esquentam tanto por natureza, então o cuidado com a refrigeração não precisa ser tão grande. Alguns exemplos de motos que usam esse tipo de refrigeração são as Titan (todas), Twister, CB300, Falcon, Fazer, entre muitas outras.

Motor Refrigerado a Liquido

Motor Refrigerado a Liquido


Motores refrigerados a liquido são vulgarmente conhecidos como refrigerados a água. Na verdade, o liquido refrigerante é uma mistura de água destilada e desmineralizada com aditivos que aumentam o ponto de ebulição e reduzem a temperatura de congelamento. O que significa que essa água pode suportar temperaturas de até 150ºC sem ferver, e de -30ºC sem congelar. É o tipo de refrigeração mais eficiente atualmente. As carcaças do motor possuem pequenos dutos internos, por onde a água circula e esquenta, e então ela é bombeada para o radiador, onde esfria (pois troca o calor com o ar). Esse tipo de refrigeração é mais usada em motores de alto desempenho, pois estes esquentam muito e precisam de um sistema de refrigeração mais eficiente. O inconveniente é ter sempre que verificar o nível da água, e trocar o fluído as vezes.
Dutos de refrigeração

Dutos de refrigeração


Alguns exemplos de motos refrigeradas a água são a XT660R, a Ninja 250, a GSX-R 1000, e muitas outras.

Motor Refrigerado a Óleo e Ar

Motor Refrigerado a Óleo e Ar


Motores refrigerados a óleo (e ar) são mais raros. Hoje são poucos os modelos de motos que usam este tipo de motor. Neste tipo, as carcaças do motor possuem pequenas tubulações em suas paredes, e por estas tubulações o óleo do motor circula, tal qual nos motores refrigerados a liquido. Com o motor quente, o óleo passa por estes espaços e esquenta, e então ele é bombeado para o radiador, onde é resfriado (pelo ar). Este tipo de refrigeração é mais eficiente do que a refrigeração a ar, mas possui o inconveniente de exigir atenção redobrada com o nível de óleo, pois é comum que ele baixe. A falta de óleo, além de prejudicar a lubrificação do motor, aquece ele além do normal, o que pode comprometer muito sua vida útil. Um exemplo de moto que usa este tipo de refrigeração é a Kasinski Comet 250.

Compartilhe este texto!


Digite o seu nome e e-mail abaixo e saiba quando o Motos Blog é atualizado! Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail! É GRÁTIS!

Seu nome
Seu E-mail

39 comentários

  1. Higo disse:

    A Tuíster e a CEBÊ300 também possuem radiador de óleo. Elas não se enquadram no último caso?

    • Daniel Ribeiro disse:

      Higo, na verdade não… Apesar de ter o radiador de óleo, ele serve apenas para resfriar o óleo, e não o motor inteiro. Nestes motores, o óleo fica apenas no carter, e não circula por entre as peças do motor tal qual acontece na refrigeração liquida.

      • Higo disse:

        Hum, saquei!
        Seria um subtipo então da refrigeração a ar. Onde só o óleo é resfriado. Não deixa de ser uma refrigeração mais eficiente que a das CG, por exemplo.

  2. Luciano Paixão disse:

    Nao só as Tuíster/Tornado, CEBÊ 300/Xis ÉrreE 300, a Falcon tambem é assim refrigeração ar-òleo como Tambem as Yamaha Fazer/Lander tambem são .

  3. Luciano Paixão disse:

    Isso tambem se enquadra as finadas XLX 350, Sahara, CEBÊ 450, CEBÊR 450SR e tambem a CEBÊX 750F de 86 a 94.

  4. Daniel Pais disse:

    Daniel, irei me dignar a discordar de você quanto a refrigeração a ar. Você cita no tocante aos motores refrigerados a ar que: “Ele só pode ser usado em motores de desempenho mais baixo justamente pela baixa eficiência”. Contra-argumentado isso eu cito a minha moto, uma Virago XV1100 que é refrigerada a ar (não tem nenhum tipo de radiador). Cito outros exemplos como o saudoso fusca (tinha o fuscão com o motor de 1.600 cilindradas). Óbviamente a eficiência do motor com refrigeração a ar é menor mais isso não limita a cilindrada, o fabricante recorrer a esse tipo de refrigeração geralmente buscando uma simplicidade de mecânica alaida a uma baixa manutenção pois não há a necessidade de se controlar o nível dos fluídos de refrigeração. Um exemplo disso eram alguns tanques de guerra do Africakorps, durante a segunda guerra, que eram adptados a terem motores a ar devido a escassez de água no deserto.
    No mais parabens pelo grupo de reportagens.

    • Daniel Ribeiro disse:

      Daniel… A virago 1100 tem apenas 62 cavalos de potencia máxima… Pra mim, isso não é um motor de alto desempenho… Na verdade, é um desempenho bem modesto para um motor deste tamanho.

      A V-Strom 1000 tem um motor em V2 de 1000cc refrigerado a liquido e com 98 cavalos. Dada a configuração (V2), podemos dizer que é um motor de alto desempenho.

    • Daniel Ribeiro disse:

      Só complementando o comentário. Quando falo em baixo desempenho, me refiro a baixa eficiência volumétrica, ou seja, a relação entre cilindrada e potência.

      O motor da Virago possui 1100 cilindradas em um motor V2, e apenas 62 cavalos. O motor do Fusca, que é Boxer de 4 cilindros e tem 1600 cilindradas, tem apenas 60 cavalos. São motores extremamente ineficientes se você considerar que hoje, um Celta VHC-E tem 77 cavalos com apenas 1000 cilindradas, e uma BMW S1000RR possui 197 cavalos com apenas 1000 cilindradas.

      Motores refrigerados a ar são mais simples de manter e são ótimos para aplicações específicas, como os motores usados em locais onde água é um recurso escasso, ou onde o peso geral do motor precisa ser pequeno, como em motocicletas menores ou aeronaves, ou ainda, quando a inclusão de um radiador e sistemas de mangueiras acabaria tornando o projeto complexo demais, inviabilizando-o assim.

      Porém, para que o motor opere a temperaturas aceitaveis, só existem duas formas: Ou você reduz o desempenho dele, ou melhora o sistema de refrigeração dele. Motores refrigerados a ar sacrificam desempenho em troca de aquecer menos. Motores refrigerados a liquido permitem uma engenharia mais ousada, como por exemplo, mais válvulas no cabeçote, maiores taxas de compressão ou maior quantidade de cilindros paralelos… Tudo isso aquece mais o motor, e graças ao sistema de refrigeração mais eficiente, é possível tornar estas características uma realidade.

      • Bruce maia disse:

        Acho que vc não entende a relação entren motores no qual vc fal0u por exemplo as moto custom tendo refrigeração liguida ou não,de baixa ou alta cilindradas elas foram feitas para ter baixa rotação e muito torque, isso se refere ao quesito. Melhor esplicando uma moto esportiva so atinge su potencia maxima em altas rotaçoes,ja as custom em baixa rotação. Isso siguinifica que precisamos avaliar os dois modelos de motores para qual finalidade queremos, uma custom para viajar tranquilo ou uma moto para andar a 3000 ´por ohra. Não e porque um motor não tem refrigeração liquida que ele e de baixo desempenho, ele e de baixa rotação e muito desempenho na etrada. um exeplo eu tinha uma kavazaki vulcam 750 que andava de mais ela tem refrigeração liuquida eu sei, a nova custom da yamaha não tem refrigeração liquida e chega a 200km por hora isso não e auto desempenho. Tudo bem que ela não chegue a 300 km h: como una esportiva,mas eu acho que 200 km h e muito desempenho de velocidade se um radiador de refrigeração liquida.

        • Daniel Ribeiro disse:

          Bruce, no caso das customs refrigeradas a água, é muito mais uma questão de conforto do que de desempenho.
          Motores a água esquentam menos entre as pernas do piloto, e fazem menos barulho… Portanto, melhoram o conforto.

          Já os motores a ar… bom, é só perguntar pra qualquer um que tenha Harley Davidson como é andar com a moto no trânsito parado, as 18h00 de um dia de sol forte…

          • nadson disse:

            Minha bandit 600 2002 tem radiador a óleo qual dos dois tipos de refrigeração seria a melhor em sua opnião? A óleo ou a água ? grato !

  5. Kalig disse:

    Peraê galera, oq o nosso amigo Daniel disse é verdade, o radiador de óleo serve só pra refrigerar o óleo, ajudando a manter a viscosidade do mesmo, e corrigindo um poquinho oq você disse acima Daniel, o óleo circula por entre as peças do motor sim, já liquido refrigerante fica contido no sistema de “galerias” na carcaça do motor e o radiador.
    Abraço a todos !
    Kalig

    • Daniel Ribeiro disse:

      Sim, foi isso que quis dizer…

      Na refrigeração a ar e óleo, o óleo circula pelas galerias entre as peças do motor, tal qual na refrigeração liquida, onde o liquido é que circula por estas galerias.

  6. Betão disse:

    O sistema de radiador de óleo da Fazer/Lander funciona tão bem que o intervalo de trocas descrito no manual delas é de 5.000km. A revista Duas Rodas já provou que funciona.

  7. Leandro disse:

    Muito interessante as explicacões.
    Daniel e Kalig, o que vcs diriam da GSX 750F da Suzuki, que é refrigerada a ar?
    Viagens de longa distância (acima de 1500 km) sendo no minimo 600 km no dia, pode comprometer o motor?
    Apos longo trecho em estrada, caso seja necessário um pequeno transito, compromete o motor?
    Abraco

  8. Rafael disse:

    Tenho uma CEBÊ300R e apos uma viagem com uma ER6-n a vedaçao do cabeçote apresenta vazamento.

    mas nao é o famoso vazamento das juntas…esse foi quando ela era nova (hoje 20k km rodados)

    o fato de ter usado a moto muito tempo proximo do limite pode ter causado ressecamento da junta?

    se sim, eu penso que a refrigeraçao para este motor nao é boa.

  9. thiago disse:

    qtos litros de aditivo vai na Rórnet 600 e se vai agua tambem

  10. renata disse:

    Gostaria de saber se é normal a BMW s1000rr esquentar muito?
    esta até queimando a mao proximo ao tanque de combustivel.
    no aguardo de informaçoes…

  11. carlos disse:

    É possivel adaptar um tipo qualquer de ventoinha no radiador da rd 350 lc, com acionamento por temperatura. ou seja, entar em uma determinada temperatura tipo 55ºc e desarmar em 33ºc por exemplo.
    dá para adaptar de outra moto? qual? pois vi no yotube falando sobre isso mas não entrarm em detalhes. gostaria muito saber se e viavel e se é real essa possibilidade, pois ouço muito dizer que um dos grandes prolemas da rd 350 e o aquecimento excessivo da moto. desde já agradeço pelo espaço, um abraço, Carlos

  12. benedito disse:

    com tudo que ja li a respeito das CEBÊr 1000 sobre qeuima de oleo,sera que a CEBÊ 1000 tambem tem esse problema?

  13. jean disse:

    Daniel, sinto muito em lhe dizer… Mas a refrigeração da Tuíster , FAZER , TORNADO E FALCON são refrigeradas a (AR ÓLEO) sim! O óleo sendo resfriado, automaticamente resfria o motor através da troca de calores. Para ser mais preciso com as minhas palavras, este processo nos chamamos de (ENTROPIA).Pois o mesmo está em contato direto com a estrutura do motor. E este mesmo óleo, corre desde o cárter a até o comando de válvulas. Resumindo: O óleo estando frio, esfriará aonde quer tenha contato. É a mesma coisa que você colocar pedras de gelo em um copo com água. O gelo resfria a água e a água resfria o copo. O mesmo ocorre com as aletas, que ao entrar em contato com o ar externo, refrigeram o motor também. E como a Tuíster , FAZER , TORNADO E FALCON POSSUEM ambos o mesmo sistema. Sou obrigado a contradizer sua explicação (orientação), que seja… Dedico a minha vida a mais de 20 anos com motos e estou literalmente seguro no que estou lhe dizendo. Desculpe-me se fui grosseiro, mas acho que toda critica é válida para o aprimoramento de nossos conhecimentos.

    • Daniel Ribeiro disse:

      Jean, a Falcon não tem radiador de óleo, então ela fica completamente fora da sua explicação.
      Quanto as outras, eu ainda acho que contribui pouco, afinal aquele radiador é muito pequeno para fazer alguma diferença no resfriamento do motor, diferente, por exemplo, do radiador da Comet 250, que é bem grande e, este sim, refrigera o óleo que passa pelos dutos de refrigeração.

      Fazer, Tuíster e Tornado e Falcon tem grandes aletas de refrigeração no seu cilindro… Elas, muito mais do que o óleo, é que resfriam o motor.

      • jean disse:

        Realmente a Falcon não tem radiador. Mas isso não muda a explicação que dei sobre as demais motos. São refrigeradas a Ar e Óleo sim. Vá a qualquer concessionária e converse com o chefe de manutenção e ele lhe dará a mesma explicação. Talvez não tão detalhada, mas será a mesma.

  14. Wilton Portugal disse:

    Jean.
    Não sou mecânico, mas uso o bom senso.
    Se um motor tem radiador a líquido de arrefecimento (geralmente a água + etilenoglicol + antiferrugem + detergente, etc.) ele é refrigerado a líquido e dizemos leigamente que é “refrigerado a água”.
    Quando esta refrigeração se dá por um conjunto com radiador e o líquido é óleo, dizemos que é refrigerado a óleo.
    Mas, quando não tem nenhum dos sistemas acima, este é chamado de “refrigerado a… AR”.
    Todo motor a combustão é refrigerado a ar (TODOS.
    Outros são refrigerados a água.
    Outros a óleo.
    E outros a água e óleo (com radiador de água e de óleo).
    Claro que, como disse, TODOS os motores são refrigerados a AR…
    Partindo de seu raciocínio, então todo motor é refrigerado a ar, óleo, chuva, combustível (é isso mesmo; TODO motor recebe combustível e, consequentemente, este o arrefece).
    Mas gostei muito de suas colocações. Isto demonstra o nível do Motos Blog e mostra o quão atento estão seus leitores.
    Obrigado por adubar este terreno com mais conhecimentos.
    Um forte abraço a você e a todos os leitores, e…
    Bos e segura pilotagem a todos.

  15. Isac Ferreira disse:

    Tenho uma GSX 1100 F que é refrigerada à ar/óleo , e estou querendo melhorar a sua refrigeração ( o motor está esquentando muito ). Eu poderei adicionar mais um radiador de óleo para melhorar a sua refrigeração ? A instalação de um radiador extra pode acarretar em perda de pressão do óleo do motor ?

    • jean disse:

      Caro amigo Isac

      Fora do Brasil eu já vi radiadores opcionais para motos esportivas bem mais eficientes… Vale lembrar que este tipo de motocicleta não foi feito para uso urbano. Motos com motores de alto desempenho só arrefecem legal acima dos 100 km/h… Portanto só servem para andar na estrada mesmo… Toda moto de esportiva de alta cilindrada aquece demais, mesmo com refrigeração liquida. Agora se está aquecendo além do normal mesmo na estrada, leve a um mecânico de confiança para dar uma olhada, porque nesta situação não é normal. Pode estar com problemas na bomba de óleo, válvula presa e etc…
      Espero ter ajudado.
      Abraço

  16. gino bataiote disse:

    Boa noite Daniel, estou com uma srad 750 ano 2007, a mesma depois de trocar o liquido de arrefecimento na devida proporçao, drenado todo ar do sistema, reservatorio com o nivel correto, valvula thermostatica operando com abertura entre 82 e 85 graus celsius e fechando aproximadamente aos 95 graus celsius, mesmo rodando na estrada a mais de cento e cinquenta km/hora a temperatura nao baixa para menos de 95 graus celsius, sendo que a mesma possui uma valvula exup proxima a sonada lambda e a ponteira poderia ela estar desregulada e causando esse excesso de temperatura?.

  17. Rogerio paes disse:

    olá! tenho uma falcon e sempre sofro com esse aquecimento que ela proporciona, principalmente na cidade. no verão entao, nem posso andar de bermuda que queima os pelos da perna.rs
    será que existe uma maneira de melhorar esse arrefecimento do motor?
    se tivesse como instalar um radiador auxiliar creio que seria uma boa, mas nao sei se seria possivel…

  18. Julio disse:

    Amigo ao colocar o oleo no motor de minha moto,a minha filha derrubou aquele plastico de aluminio que vem tampendo o litrode oleo junto da tampa,um pequeno pedaço que não teve como tirar e não posso ficar sem usar a moto,me diga que risco eu corrompode intupir oa canais de oleo,ou ele se despedaça e depos tirpo o oleo e troco,minha moto e a fazer yes,socorro,tenho de arir o motor?
    grato Julio

    • Daniel Ribeiro disse:

      Amigo, eu não arriscaria andar com a moto com o lacre da garrafa de óleo dentro do motor… Ele é relativamente grande e pode causar alguma obstrução dentro do motor ou algo ainda mais grave.
      O melhor mesmo é levar em um mecânico, abrir o motor e retirar isso de lá.

      Boa sorte.

  19. eltonsp2 disse:

    Todo motor a combustão é refrigerado a ar, um motor com refrigeração líquida precisa entrar em contato com o ar para distribuição de calor, o mesmo acontece com motor q possui radiador de óleo… Mas fiquei em grande duvida agora…se vc puder me responder DANIEL vc quiz dizer q o motor da Fazer250 CEBE3 ñ possui tubulações na parede do motor, ou seja o óleo sai o carter vai para o radiador e retorna naquelas tubulações para lubrificarcomando e transmissão, já a Comet250 possui as tubulações na parede do motor no lado do pistão, igual aqueles com refrigeração a água…é isso???

    • Daniel Ribeiro disse:

      É isso mesmo… está correto.

      • Bruno Braga disse:

        Daniel Ribeiro vejo que tem bom conhecimento em relação a refrigeração seja ele qual for , gostaria muito queme tirasse uma grande dúvida sobre a moto Next 250cc da Dafra , cujo qual o motor é de refriferação líquida , o que opina sobre essa moto em relação a manutenção e custo benefício. Desde já te agradeço, forte abraço

        • YgorP disse:

          Não necessariamente a refrigeração liquida utilizada pelas fábricas serve para extrair mais potência ou torque, pode ser usado para aumentar a vida útil do equipamento como no caso da Roadwin ou Horizon, mas no caso da next foi para extrair um pouco mais, note que é motor com mais torque que o comum para a faixa de cilindrada 2,75 apenas a CEBÊ300 tem mais 2,81.
          Discordo apenas no Daniel no quesito motores menos eficientes como no acima dito caso da roadwin tem mais potência caso da horizon mais torque e mesma tecnologia mesma eficiência, logo se você pegar um motor 1000cc e colocar em uma custom e rendesse 12kgfm e 60cv seria praticamente o mesmo que colocasse em uma esportiva e ficasse 90cv e 8kgfm chegando na mesma RPM.
          Potência e nem torque tem nada ha ver com tecnologia, agora vamos falar em RPM quanto mais se tem mais eficiente o motor, caso dos carros de fórmula 1 ou das ninjas que chegam a 12, 13 mil rpm enquanto as de mesma cilindrada chegam a 10, 11 mil rpm, motor girando mais aquece mais ai o sistema a liquido te permite extrair um pouco mais.
          Apenas não confundam, tenho uma esportiva e ela é mais eficiente que uma custom de mesma cilindrada, para um motor gerar mais torque em baixa ele também precisa aquecer mais que o comum então a tecnologia embarcada nas novas custom tem de ser avaliada com calma (harleys são ultrapassadas tecnologicamente falando, tirando os novos lançamentos), compare um motor de uma boulevard ou midnight com uma de mesma cilindrada e que chegue em rpm’s parecidos querer comparar ela com a haybusa que passa dos 14mil rpm e consome 6km por litro fica difícil, olhando do quesito consumo de combustível na engenharia as mais eficientes seriam as custom aqui na comparação.
          Entenda uma moto usa toda tecnologia possível para velocidade, outra para conforto, outra para trilhas embora todas tenham o que há de melhor no mercado e todas são muito eficientes ao que se propõe, podemos dizer sim que uma refrigerada a liquido e mais eficiente que uma a ar mesmo que as vezes super dimensionado no caso de algumas scooter e outro tipos de baixa cc.

  20. eltonsp2 disse:

    Meu na boa, mas q motor pré histórico dessa bomba 250/300, achei q a refrigeração a óleo dela escorria no lado do pistão por galerias igual tem nas refrigeradas a água, mas nem isso, o carter manda o oleo pro radiador depois desce e vai naquela pequena tubulação em T cromada pra lubrificar o comando, biela e transmissão…SÓ!!! só isso…uma 250/300 teria q ter mais do q isso. Poxa eu tenho uma moto dessa, e agora fiquei desanimado com essa noticia; poderia colocar pelo menos uma ceramica com pistão forjado ñ é donaBomba, fiquei desanimado vo dormi mais cedo !!!

  21. isac ferreira disse:

    Se para melhorar a refrigeração da GSX R 1100 ( refrigerada à ar/óleo)eu adcionar mais um radiador ,ou um radiador maior , poderei comprometer a lubrificação do motor ?



  22. Comente este texto!

    ATENÇÃO: Todos os comentários são revisados antes de entrar no ar. Antes de escrever, pense: "Se eu fosse o dono deste blog, eu aprovaria este comentário?". Propagandas serão apagadas. Caso queira anunciar no Motos Blog, clique aqui. Veja a nossa política de comentários. Pedidos de manuais não serão atendidos.

    Você pode usar estas tags:
    <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Este blog suporta Gravatars. Para ter a sua foto nos comentários, cadastre-se no Gravatar.