São Bento do Sul – Curitiba

A viagem de São Bento do Sul a Curitiba foi uma experiência interessante. Estávamos a Luana e Eu na Falcon, com o bauleto de 45 litros carregado, uma mochila enorme presa em cima do Bauleto e ela ainda segurava o meu capacete velho (comprei um novo no evento). A Via que pegamos para ir para Curitiba não tinha iluminação, e era pista simples, mas, apesar disso, o asfalto era bom e a via bem sinalizada.

A pista tinha muitas lombadas, todas sinalizadas, mas isso nos atrasou um bocado, pois a viagem que deveria ser curta levou mais de 2 horas. Em uma das lombadas, inclusive, eu não vi a sinalização (não sei nem se realmente existia), e passamos sobre ela a 120 km/h… Foi um grande susto, achei até que havia entortado alguma roda ou quebrado o bagageiro, mas no fim não aconteceu nada, e seguimos viagem.

Pouco tempo depois, passamos por um treixo onde havia um acidente… parecia um atropelamento, mas não conseguimos ver direito… eu só vi um rapaz no chão com a perna toda torta… como a policia já estava lá cuidado de tudo (e meio mundo de curiosos), simplesmente seguimos viagem.

Ao chegar em um trevo, avistamos um posto de gasolina, e resolvemos parar. O animal do frentista deixou transbordar a gasolina do tanque, e eu numa atitude ainda mais animal, desesperado, peguei a mangueira de água e joguei água em toda a Moto, montado nela. Me molhei inteiro… tudo bem, estava com roupas impermeáveis, mas meu tenis ficou molhado.

Dai seguimos viagem, e paramos em um hotel na estrada, bem proximo já de Curitiba. Nos hospedamos e passamos a noite lá.

Não fiz relatório deste trecho. Nem sei o nome da via que pegamos para esta viagem, foi uma rodovia vicinal.

Compartilhe!