GravatarMotos Blog » Destaques, Dicas

Como comprar a primeira moto


Uma dúvida recorrente é sobre qual a melhor Moto para começar no mundo das duas rodas. A Luana já escreveu um bom artigo sobre o tema, mas mais direcionado para as mulheres, mas hoje vou falar de um modo geral, sobre o que procurar em uma primeira moto.

Primeira Moto - Vá com calma!

Primeira Moto - Vá com calma!


Existem muitos mitos sobre este assunto, acho que o principal é a respeito da cilindrada da moto. Uns acham que a primeira moto tem de ser necessariamente uma 125 ou 150cc, por ter pouca força, não surpreende os novatos. Outros já acham que isso não tem nada a ver e se o sujeito quiser começar com uma 1000cc superesportiva não tem problema algum.

A verdade é que não existe formula certa, e sim gosto pessoal. Eu particularmente acho que não há limite mínimo, e sim máximo. Acho que Motos acima de 600cc são muito ariscas para quem é muito novato. É claro que isso varia em cada modelo e para cada pessoa, mas de um modo geral, esse tipo de moto possui um comportamento muito agressivo e pode assustar no início. Acho que a cilindrada ideal para começar está entre 250cc e 500cc, pois são motos que atingem boas velocidades em rodovia, são leves e fáceis de guiar, não tem comportamento agressivo, permitem pequenas viagens e são relativamente baratas de manter e de arrumar no caso de uma eventual queda.

As motos menores também são boas para começar, porém, não te dão muita experiência caso a sua intensão seja guiar uma moto maior futuramente. Pilotar uma 125 a vida toda, e pular direto para uma 600 tetracilíndrica certamente será uma adaptação mais difícil e perigosa, o que não acontece com tanto impacto se você estiver pulando de uma 300cc para uma 600cc. Mas a cilindrada não é regra! Veja: Existem motos de 600cc de 35 a 150 cavalos de potência. Tudo depende do tipo de motor e da moto. Uma XT660, por exemplo, tem 45 cavalos, enquanto uma CBR600RR tem 120. São motos bem diferentes.

Esclarecido o mito do motor, as próximas dicas são mais relacionadas a ergonomia e ao uso da moto. Ao comprar uma moto, você deve ter em mente o uso que vai dar a ela. Se você vai usar a moto para ir ao trabalho todos os dias, então deve procurar uma moto que seja relativamente econômica e barata de manter. Já se sua intensão é passear nos fins de semana, o custo não é tão importante.

Asfalto Irregular

Asfalto Irregular

Aqui em São Paulo o asfalto geralmente é ruim, muito irregular, cheio de calos e buracos. Motos tipo Street, mesmo sendo mais direcionadas a pisos asfaltados, sofrem muito por aqui. No entanto, modelos de uso misto se dão muito bem, pois aliam bons conjuntos de suspensão com comportamento mais urbano. A XTZ 250 X (Lander Motard) é um bom exemplo disso, e muitas vezes se adapta melhor do que a Fazer 250.

Yamaha XTZ 250X - Boa opção urbana

Yamaha XTZ 250X - Boa opção urbana

Ao escolher a moto, você deve observar também a sua estatura. Pessoas muito baixas tem dificuldade em pilotar motos muito altas, e o mesmo acontece com pessoas muito altas pilotando motos muito baixas. Eu mesmo sofro isso todos os dias, pois tenho 1,90mts e comprei uma Suzuki Yes, que é a menor moto da categoria.

Desproporcional

Desproporcional

Se pensa em usar a moto para viajar, então, deve-se levar em consideração a motorização e o conforto. Eu acho que 400cc é o mínimo necessário para viajar com tranquilidade. Motos de 250cc ou 300cc até fazem viagens curtas sem problema, mas viajar 400 km com uma moto dessas é muito desgastante. Além da cilindrada, considere o tamanho e a largura dos bancos. Quanto maior, mais confortável.

No mais, procure por modelos que entreguem mais diferenciais. Evite motos com partida a pedal. Partida a pedal só é vantajosa para motoboy, que tem de ligar e desligar a moto 1000 vezes por dia. Se o seu uso será “normal”, então prefira sempre a partida elétrica. Prefira também rodas de liga leve ao comprar uma moto street pequena, pois é mais fácil de consertar o pneu caso ele fure, além da moto ficar mais leve e mais bonita. Caso seu interesse seja pela YBR Factor, prefira o modelo ED, pois já vem com rodas de liga leve (as outras tem rodas raiadas). Nas motos de uso misto, as rodas são quase sempre raiadas… Isso porque as rodas raiadas são melhores para pneus de uso misto e para o uso na terra.

O freio a disco é superior ao freio a tambor, prefira sempre freios a disco na roda dianteira. Instrumentos como marcador de combustível e conta-giros não estão presentes em todos os modelos, e mesmo não sendo indispensáveis, são muito úteis. Verifique se a moto que pretende comprar possui estes instrumentos.

E por último: Compre motos de marcas conhecidas. Procure saber o tamanho da rede de atendimento da marca na sua cidade. Procure pela opinião de quem já tem motos dessa marca, e de preferência, do mesmo modelo. A Internet é um ótimo local para pesquisar a opinião dos proprietários. Aqui mesmo no Motos Blog tem muita informação!

E se você tem alguma dica legal para dar a quem está interessado em comprar a primeira moto, deixe um comentário!

Compartilhe este texto!


Digite o seu nome e e-mail abaixo e saiba quando o Motos Blog é atualizado! Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail! É GRÁTIS!

Seu nome
Seu E-mail