Campeonato Brasileiro de Motovelocidade começa com tudo

Disputas incríveis marcaram a abertura do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, que aconteceu neste final de semana (22 e 23 de março), no autódromo de Interlagos, em São Paulo, SP. Cento e trinta pilotos participaram da etapa. Na categoria Superbike, Gilson Scudeler venceu as duas baterias e iniciou a luta pelo seu sétimo título brasileiro. Na Hornet, a vitória foi de Alecsandre Brieda, o Doca.


A categoria Superbike, principal da competição e que conta com Motos de até 1000cc, teve duas baterias. Gilson Scudeler, que teve problemas nos treinamentos, largou na décima colocação. Mas já na primeira corrida o piloto paulista mostrou porque é o atual campeão brasileiro, e logo no início da prova estava entre os líderes. Em uma só volta Scudeler passou Danilo Andric, Cristiano Vieira e Murilo Colatrelli, assumindo a liderança. A partir daí ele começou a abrir vantagem e venceu a bateria com mais de 7 segundos de diferença sobre Danilo Andric, 2º colocado.

Gilson Scudeler também venceu a 2ª corrida. O pódio foi praticamente o mesmo, com Danilo Andric em segundo e Cristiano Vieira em terceiro. Bruno Corano e Murilo Colatrelli inverteram as posições da 1ª bateria. Bruno foi o 4º e Murilo o 5º.

A prova da categoria Hornet foi marcada pelo equilíbrio, como em todas as etapas de 2007. Os pilotos andaram juntos o tempo todo. Alecsandre de Brieda, o Doca, atual campeão, travou um duelo durante toda a corrida com Carlos Cruz, Gian Calabrese, Alexandre Silvestre e Luiz Carlos de Aguiar. Na última reta, Doca entrou em 2º lugar, atrás de Carlos Cruz. Quando faltavam poucos metros para a bandeirada ele fez a ultrapassagem e conquistou a vitória.

Na 250cc, a vitória ficou com Odair Delefrati. O piloto abriu mais de 10 segundos de vantagem sobre Sandro Paganelli, 2º colocado. Na 250cc Jr, Douglas Figueiredo e Lucas Dias dominaram a prova. Figueiredo chegou em primeiro, com apenas dois décimos de vantagem sobre Lucas.

Além das provas, o público presente no autódromo de Interlagos pôde assistir ao show de manobras radicais do Força e Ação. Os cinco integrantes da melhor equipe de acrobacias do Brasil animaram o público com números radicais. No final do evento, o autódromo foi aberto para o Moto Passeio. Cerca de 5 mil Motociclistas puderam dar uma volta na pista e ter a sensação de dar uma volta em um dos mais tradicionais circuitos do mundo.

Confira a seguir o resultado completo da 1ª etapa da competição:

SBK – 1ª bateria

1º – Gilson Scudeler – 29:04.825
2º – Danilo Andric – 29:12.569
3º – Cristiano Vieira – 29:12.602
4º – Murilo Colatrelli – 29:16.006
5º – Bruno Corano – 29:16.100

SBK – 2ª bateria

1º – Gilson Scudeler – 29:02.451
2º – Danilo Andric – 29:10.540
3º – Cristiano Vieira – 29:19.455
4º – Bruno Corano – 29:19.615
5º – Murilo Colatrelli – 29:23.127

Hornet

1º – Alecsandre Brieda – 31:21.213
2º – Carlos Alberto – 31:21.233
3º – Gian Calabrese – 31:26.571
4º – Alexandre Silvestre – 31:49.071
5º – Luiz Carlos de Aguiar – 32:00.979

250cc

1º – Odair Delefrati – 30:23.024
2º – Sandro Paganelli – 30:33.149
3º – Marciano Santin – 30:35.156
4º – Devanir Lippi – 30:35.366
5º – Renan Ricardo – 30:35.393

250cc Jr

1º – Douglas Figueiredo – 30:35.785
2º – Lucas Dias – 30:35.805
3º – Ricieri Alberto – 30:49.005
4º – Jefferson Henrique – 30:55.205
5º – Danilo Lewis – 31:34.458

Fonte: Confederação Brasileira de Motociclismo

Compartilhe!