Pedágio da Castelo piora o trânsito em São Paulo

O novo pedágio da Rodovia Castelo Branco, que entrou em operação no último Domingo (27) acabou piorando o trânsito a alguns quilômetros dalí, já em São Paulo.

Transito congestionado no pedágio da Castelo Branco


Com a implantação do novo pedágio, houve uma alteração que fez toda a diferença. Antes, o condutor que vinha do interior, sentido capital, com intenção de utilizar o Rodoanel, poderia adentrar a esta rodovia pagando apenas o pedágio do próprio Rodoanel, que hoje custa R$ 1,30. Agora, para entrar no Rodoanel, o motorista tem de pagar primeiro o pedágio da Castelo Branco, que custa R$ 2,80, para poder entrar no Rodoanel, e então, pagar mais R$ 1,30.

Muitos motoristas acharam mais vantajoso simplesmente não usar o Rodoanel, e atravessar a cidade de São Paulo pelas marginais Pinheiros ou Tietê para chegar a uma das rodovias que antes eram acessadas pelo Rodoanel.

O Rodoanel, que tem apenas o trecho Oeste em funcionamento, liga as rodovias Anhanguera, Bandeirantes, Castelo Branco, Raposo Tavares e Régis Bittencourt. Antes dele, para acessar as duas primeiras rodovias, o motorista tinha de usar a Marginal Tietê, a Marginal Pinheiros para acessar as duas últimas. Ele foi criado justamente para fazer com que os motoristas que quisessem passar de uma rodovia a outra não precisassem entrar em São Paulo, aliviando assim o trânsito local.

A nova forma de cobrança no pedágio faz exatamente o contrário: Desestimula o uso do Rodoanel e enche ainda mais as marginais.

Nesta primeira semana de funcionamento, no horário de pico (das 16h30 as 19h00), o pedágio da Castelo Branco no sentido capital está impraticável. Todas as 27 cabines contam com filas gigantescas. Mesmo as do “Sem Parar” (sistema eletrônico de cobrança de pedágio). Os motoristas mostram impaciência ao perceber que estão pagando mais para esperar mais. A situação das Motos também é pior. Apesar de ainda não haver cobrança, o transito desordenado que se forma na praça de pedágio atrapalha muito o fluxo dos Motociclistas. Além disso, a saída para o Rodoanel, que fica logo após a praça de pedágio, a direita, faz com que os carros tenham de cruzar o caminho das motos que vão seguir na castelo Branco, pois a passagem das motos fica a direita da praça de pedágio. Isso é um problema grave de segurança e que ninguém percebeu na hora de planejar a obra.

Eu pego este trecho todos os dias na hora de ir embora, e posso garantir: Está um verdadeiro pandemônio.
Mais alguém ai está tendo problemas com o novo pedágio da Castelo Branco?

Compartilhe!