GravatarMotos Blog » Curiosidades, Dinheiro

Revisões na concessionária são realmente úteis?


As concessionárias normalmente possuem um setor de oficina e assistência técnica, que é onde você leva sua Moto para fazer as revisões programadas e para concertá-la caso tenha algum problema. Mas a principal queixa das pessoas é o preço salgado cobrado pelos serviços da oficina e das peças de reposição. Será que vale a pena levar a moto na concessionária para realizar estes serviços?

Quando você compra uma moto Zero Km, normalmente o fabricante te dá a primeira e a segunda revisão grátis, e normalmente estas revisões são feitas com 1000 e 3000 km respectivamente. Nestas revisões, você paga apenas pelo óleo de motor usado e pelo filtro, e na revisão são realizadas apenas a troca do óleo e filtro, e reaperto geral (eu nunca entendi ao certo o que é isso… Apertar parafusos?)
O problema são os preços praticados… cobram cerca de 15 reais em cada litro de óleo móbil (o óleo mais barato do mercado, que pode ser comprado por 7 reais em qualquer posto de gasolina), e o filtro, que varia de moto para moto, mas sempre colocam uns 20% em cima do valor real. Mas apesar das queixas, as pessoas costumam pagar estes valores nas 2 primeiras revisões. Mas esta é só a ponta do iceberg.
O problema está a partir da terceira: nestas revisões, a mão de obra também é cobrada (além de pagar estes valores absurdos no óleo e filtro), e não é barato. Em contrapartida, a garantia da moto (que normalmente é de 1 ano) exige que as revisões sejam feitas em um concessionário, sob pena de ser cancelada. O proprietário fica sem saída: Ou paga pela revisão na concessionária ou perde a garantia.
Na Honda, a revisão normal da Falcon custa 260 reais. 260 reais para trocar óleo e filtro, limpar o carburador (pelo menos dizem que limpam), esticar e lubrificar a corrente, calibrar os pneus e lavar. Vamos aos custos:
Óleo Móbil – 2 litros – 30 reais
Filtro Original – 45 reais
Óleo da corrente – 1 real
30 minutos de mão de obra – 25 reais
Lavagem simples – 10 reais
Total: 111 reais

Além do preço bem acima do custo real, existe o incomodo de você ter que deixar a moto lá por 2 dias, para que ela “entre na fila”. Você não pode agendar para chegar com a moto lá às 16 e ficar esperando para levar a moto às 17. O que causa um grande transtorno para quem depende da moto para tudo.

A maioria das pessoas faz apenas as 2 revisões gratuitas e nunca mais volta na concessionária, normalmente encontram um mecânico de confiança que cobra mais barato pelo serviço ou ainda, fazem o serviço por conta própria. Mas para isso, é preciso saber exatamente o que deve ser feito na sua moto, para que não esqueça de nenhum item que possa comprometer a sua segurança.

Abaixo vou fazer um pequeno roteiro de manutenção, mas note que sua moto pode ter um cronograma diferente. Sempre consulte o manual dela para evitar dúvidas.

A cada 500 km, lubrifique e verifique a folga da corrente de transmissão.

A cada 3000 km o óleo deve ser religiosamente trocado. Se puder, troque a cada 2000. Mas não deixe passar de 3000 nunca. O Filtro pode ser trocado a cada 2 trocas de óleo. Se estiver usando um filtro paralelo, troque a cada troca de óleo. A cada 3000 km você também deve conferir se as pastilhas de freio e pneus já estão muito gastos, e trocar se for o caso, e conferir também o nível do fluído de freio, e completar se estiver muito baixo.

Dependendo do seu uso, deve-se limpar o carburador a cada 6000 km. Se o uso da moto for diário (ou quase isso), pode-se prolongar até 9000 km.

A cada 12000 km, o fluído de freio deve ser trocado, e o fluído das bengalas (suspensão dianteira) deve ser trocado. Também é bom conferir como estão as velas do motor, normalmente a durabilidade delas é de 12 mil km também.

Se está fazendo a manutenção correta da corrente de transmissão, então só vai começar a se preocupar em substituir o kit a cada 36 mil km ou mais… Mas de qualquer forma, fique de olho. Com 36 mil, também é prudente verificar a condição do(s) amortecedor(es) traseiro(s).

É importante criar uma planilha de manutenção da sua moto, para saber quando fez cada um destes serviços na sua moto. São todos serviços relativamente simples de fazer, mas conte sempre com um bom mecânico para te ajudar.

Compartilhe este texto!


Digite o seu nome e e-mail abaixo e saiba quando o Motos Blog é atualizado! Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail! É GRÁTIS!

Seu nome
Seu E-mail