GravatarMotos Blog » Curiosidades, Esportes, Opinião, Passeios

Trike – Motos de asas

5 junho 2009 Escrito por 21 comentários

O assunto não tem tanto a ver com Motos, mas não deixa de ser interessante para quem gosta de novas aventuras e de espírito de amizade e companheirismo. No sábado retrasado, dia 24/05/2009, eu estive Atibaia, a 70 km de São Paulo, para conhecer um novo esporte: O Vôo desportivo.

Trike

Trike



Já a algum tempo eu venho acompanhando o mundo da aviação. Comecei jogando Flight Simulator, um simulador de aviões para computador, muito realista por sinal. Mas logo eu passei a me interessar pela aviação real, e descobri um mundo inteiro de possibilidades. A mais legal foi o Vôo em Trikes.

O Trike é uma aeronave ultra-leve, composta por um triciclo, uma asa e um motor. Esta pequena aeronave é extremamente versátil, pois pode voar em velocidade bem baixa, é de simples operação e manutenção, pode pousar e decolar em pistas extremamente curtas, e é uma das máquinas voadoras mais baratas existentes. A comparação com as motos se dá pelo fato de que os Trikes sempre tem 1 ou 2 lugares apenas, não possuem cabine, e o piloto fica exposto ao vento e ao tempo, tal qual na Motocicleta, ao contrário do carro e do avião, onde os ocupantes ficam dentro de uma cabine.

Vôo Trike em Atibaia

Vôo Trike em Atibaia

A sensação de voar em um Trike é unica. Não há nada como voar sentindo o vento e o balanço da aeronave. Certamente é muito diferente de qualquer avião. Como se isso não basta-se, descobri mais uma semelhança entre os Trikes e as motos: Os pilotos. Existem clubes de vôo, e os pilotos se encontram nos fins de semana para voar juntos, seja para viajar ou para ficar voando em círculos em volta do aeroporto. A comunicação é toda feita pelo rádio. Os encontros sempre são calorosos e com conversas animadas. Existem encontros de pilotos, como o que houve em Rezende Feijó, no Interior de São Paulo. Este em particular contou com churrasco, Boi no Rolete e quem chegou ao encontro voando não teve que pagar o almoço!

Apesar de ser muito divertido e emocionante, o esporte requer técnica, experiência e dinheiro, pois querendo ou não, um Trike novo pode sair por mais de 50 mil reais. Para se tornar um piloto desportista e poder pilotar um Trike, o candidato deve se inscrever em uma escola de vôo e fazer as aulas teóricas e práticas, além de passar em um exame médico específico e ser aprovado em uma prova de conhecimentos teóricos. Só então poderá iniciar as aulas práticas, que no total somam 15 horas de vôo.

Eu gravei um vídeo do meu vôo. Está abaixo para quem quiser ver.

Como se diz entre os Trikeiros: “Só nós sabemos porque os pássaros cantam…”
E ai? Vocês tem interesse por esportes aéreos também?

Compartilhe este texto!


Digite o seu nome e e-mail abaixo e saiba quando o Motos Blog é atualizado! Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail! É GRÁTIS!

Seu nome
Seu E-mail

21 comentários

  1. Murilo Andrade disse:

    Daniel,

    O assunto tem tudo a ver com motos, não percebeu que o prefixo do trike é TDM? :)

    Eu já voei de ultraleve uma vez e posso dizer que a sensação de liberdade e o vento no rosto nao ficam devendo nada a um bom passeio de moto.

    Será que vem poraí um trikesblog.com.br? ;)

    • Daniel Ribeiro disse:

      Acho que não… gosto e estou empolgado com os ultraleves mais minha real paixão são as motos mesmo. Eu já quase não tenho tempo de escrever no Motos Blog, que dirá se eu arrumar outro blog pra me consumir mais tempo ainda. Hehehe

      • Calixto disse:

        cara o blog parou tá ganhando dinheiro neh?…..

        valeu

        • Daniel Ribeiro disse:

          Calixto, ultimamente não ando tendo tempo pra me atualizar sobre as notícias nos sites e revistas especializadas… Eu nem sei o que rolou desde o lançamento da CEBÊ300. Que dirá tempo para escrever. Assim que eu tiver tempo eu vou voltar a escrever. O Blog não é meu trabalho, eu tenho um emprego fixo e o Blog é só um hobby. Só escrevo quando dá tempo mesmo.

  2. Nicholas disse:

    Cara…dpois do lançamento da CEBÊ300 vcs pararam d atualizar…e a fazer 2009??? vcs num taum correndo atras??? ela vem igual a FZ-16 lançada na india e q aki no brasil saiu como fazer 600???

  3. Eduardo Marques disse:

    50 mil? É o preço de um Suzuki. Dá pra pensar nisso.

  4. Eduardo Marques disse:

    Qual é a autonomia de um bicho desses?

  5. Luciano Paixão disse:

    Caraca Daniel vc tambem é piloto de Flight Simulator? Dessa eu naum sabia. rsrsrsr Bem eu não consigo sem ficar um dia sem voar no simulador. Vontade de tirar o breve eu tenho mas falta tempo (R$) kkkkkkkkkkkkkkkkk.

    • Daniel Ribeiro disse:

      Opa! Eu já simulei muito… Inclusive no IVAO… Ultimamente eu ando sem tempo (tempo mesmo) para simular… Mas eu gosto bastante.

      Quanto a voar “de verdade”… Esse vôo de trike foi um divisor de águas… Depois que voei em um Trike, descobri o que vou querer fazer na minha velhice! hehehe

      T+

  6. Luiz Carlos Rocha disse:

    Caro Daniel Ribeiro,

    Primeiramente gostaria de agradecer-te por nos oferecer tantas informacoes importantes sobre esse tipo de aparelho que, ao meu ver é simplesmente formidável.

    O motivo desta missiva é para solicitar-te uma informacao. Outro dia vi uma reportagem de um modelo de ultraleve australiano e simplesmente fiquei encantado. Apresento-lhe ao final o endereco, caso queiras conferir.

    As perguntas sao as seguintes:

    1- Onde posso encontrar esse modelo em específico (pois é australiano e de última geracao) ou outros compatíveis ou melhores, claro;

    2- Vivo no exterior, em Barcelona, e gostaria de saber como farei em caso de comprar aqui para exportá-lo ao Brasil ou, evidentemente, se é melhor comprar desde o Brasil;

    3- Por último, poderias informar-me um valor aproximado de um desses modelos, para que eu tenha uma idéia?

    Obrigado por tudo, especialmente pela satisfacao que tens em compartilhar conosco suas aventuras e emocoes.

    Luiz Carlos Rocha

    Barcelona – Espanha

    • Daniel Ribeiro disse:

      Luiz, boa noite. Vi que se interessou pelo Ultraleve australiano, mas acho que você se esqueceu de colocar o endereço. Eu não sei de qual aeronave está falando! Coloque aqui o endereço e eu vou tentar te ajudar.

      Até mais!

  7. Luiz Carlos Rocha disse:

    É verdade amigo, agora vejo que esqueci! Mas isso se explica pela motivacao que estou para encontrar esse aparelho! Trata-se de um vídeo mexicano de um proprietário do mesmo, comentando sobre sua estrutura.

    http://www.youtube.com/watch?v=PTZPIZYjbrU

    • Daniel Ribeiro disse:

      Luiz, olhei agora. A Aeronave é mesmo um Trike. Mas pelo que pude ver, ela não é muito diferente de um Trike que pode ser encontrado aqui no Brasil. A ícaros, fabricante deste Trike que eu voei, é o maior fabricante de Trikes no Brasil e a única homologada pela ANAC.

      Este Trike Australiano se parece muito com o Trike Eagle, que é um projeto Russo que foi disponibilizado na Internet a muitos anos. Hoje existem Eagles voando por todo o mundo, tanto artesanais quanto contruídos por grandes empresas aeronauticas. Eu mesmo já peguei este projeto para tentar construir, mas devido a burocracia que existe para registrar uma aeronave artesanal, eu acabei abandonando o projeto. Mas há empresas Brasileiras que constroem ele. A Trikes Brasil (http://www.trikesbrasil.com.br/) e a Aproar Trikes (http://www.aproartrikes.com.br/) são bons exemplos.

      Eu penso que você pode até conseguir importar o Trike da Austrália, mas pelo que ví, talvez não valha a pena, pois os fabricantes Brasileiros oferecem ótimos produtos a preços bem competitivos. Vale a pena dar uma olhada!

      Toda aeronave ultraleve é considerada experimental. E mesmo que existam empresas que podem te vender um trike pronto, o proprietário tem de saber seus componentes básicos para poder comprar a aeronave ideal a suas necessidades. Mesmo na Trike Ícaros (http://www.trike.com.br/), onde eles te vendem a solução completa, você tem de escolher o carrinho, a asa e o motor mais apropriados. Fiz um orçamento com eles uma vez e cheguei a uma aeronave completa e pronta para voar, com todos os instrumentos por R$ 60 mil, já documentada.

      Só não caia na conversa de “Trike com motor de Fusca (VW)”. Trike tem que voar com motor aeronáutico, não motor de carro (ainda mais de um carro tão velho). O motor mínimo para voar é um HKS de 60 hp, motor Japonês, todo de alumínio, totalmente redundante. Evite motores 2 tempos, pois dão muita manutenção.

      Espero ter ajudado!

  8. mazinho disse:

    daniel nao consigo informaçao sobre a nova srad 1000 a modelo 2011, vc nao tem informaçao se ja tem ela a venda no brasil e onde comprar aki no mato grosso- mt? fico no aguardo mande resposta no meu email por favor amigao.

    e outra me de sua opniao entre qual moto 1000 vc acha melhor em todos os aspectos, e pq? preciso definir qual comprar e ficar contente.

    • Daniel Ribeiro disse:

      Mazinho, por enquanto não há informações… Mas deve ser a mesma 2010 que está lá fora, que por sua vez é igual a 2010 que está aqui. (K9). Lá fora não saiu modelo novo.

      Até mais!

      • mazinho disse:

        por favor a segunda pergunta que fiz seria importante é a primeira moto desse porte q compro e gostaria de saber na sua opniao qual das marcas moto 1000 seria a mais indicada por vc amigo?

  9. gino bataiote disse:

    Daniel gostei muito do video, eu tambem quero me aventurar la pra cima, por enquanto eu vou voando no meu trike aqui no pc, um abraço.

  10. alessandro disse:

    qual o melhor e pior rotax e vw para trike.

  11. trajano xavier disse:

    gostei da materia que continue a fazê-la so assim o esporte continuara crescendo,estou serriamente pensando em comprar um briquedinho desses,vou fazer o curso, quem sabe eu vou comer churrasco ai com vcs ou melhor vcs veem aqui em goiania comer um churrasco. me de sugestão de que aquipamento devo começar. obrigado.

  12. Décio disse:

    Voei de ultra-leve em Brotas, sP. Também de paraglide em Guarujá.
    Sabe onde eu consigo praticar antes de comprar meu ultra-leve?



  13. Comente este texto!

    ATENÇÃO: Todos os comentários são revisados antes de entrar no ar. Antes de escrever, pense: "Se eu fosse o dono deste blog, eu aprovaria este comentário?". Propagandas serão apagadas. Caso queira anunciar no Motos Blog, clique aqui. Veja a nossa política de comentários. Pedidos de manuais não serão atendidos.

    Você pode usar estas tags:
    <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Este blog suporta Gravatars. Para ter a sua foto nos comentários, cadastre-se no Gravatar.