Projeto de Lei proibe as motos de circular entre os carros

A luta do governo contra as Motos continua… Foi aprovado pela câmara dos deputados o PL 2650/03, e agora só precisa ser aprovado pelo senado e pelo presidente da república para ser incluído no CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

A proposta determina que as motos passem a circular a uma distancia mínima de 1,5 metro dos carros. Com isso, andar entre os carros passará a ser uma infração de transito, sujeita a multa.

Corredor na Marginal Tietê



A notícia não agradou aos Motociclistas, que usam as motos justamente para escapar do transito congestionado dos centros urbanos. Historicamente, carros e motos vêm disputando o espaço nas ruas há muito tempo, e hoje em dia, a disputa está cada vez mais acirrada. Ruas que antes possuíam 3 largas faixas de rolagem, agora tem 4 ou 5 faixas mais estreitas, forçando os carros a circular cada vez mais próximos uns dos outros, dificultando até mesmo a passagem das motos entre eles.

O problema certamente é a falta de estrutura dos grandes centros em receber a quantidade de carros, caminhões, ônibus e motos que tem recebido ultimamente. Impedir as motos de trafegar entre os carros não resolverá o problema, invés disso, colocara instantaneamente mais de 3 milhões de motos paradas nas ruas, aumentando ainda mais os congestionamentos e a quantidade de acidentes.

Falta de investimento em transporte público

O cenário atual do transito reflete a falta de investimentos no transporte público. Tantos veículos nas ruas demonstram a incapacidade do metrô, trens e ônibus em atender a demanda da população. As motos são uma solução atraente para quem anda espremido nos ônibus lotados, pois é rápida, confortável e mais econômica que o próprio coletivo. Boa parte das motos que entram em circulação todos os dias são compradas por pessoas que querem um meio de transporte melhor.

O plano de expansão do transporte público em São Paulo ainda é uma tímida reação ao problema, e está longe de ser a solução. A população não tem mais paciência para esperar respostas do governo.

Histórico de injustiças

Não e a primeira vez que o governo tenta limitar a liberdade dos motociclistas. No ano passado, a prefeitura de São Paulo propôs duas leis: Uma que proibia o transporte de passageiros na garupa da Moto, transformando assim o veiculo de dois lugares em um de apenas um lugar, e a outra que proibia o uso de motos nas marginais dos rios Pinheiros e Tietê. Felizmente nenhuma das duas deu certo. Os protestos e manifestações dos motoboys e motociclistas fizeram a prefeitura recuar, sob o pretexto de que o PL 2650/03 estava para ser aprovado e, uma vez integrado ao CTB, resolveria o problema. Parece que estavam mesmo falando sério.

O que vocês acham? Proibir as motos de circular entre os carros resolverá o problema? Diminuirá a quantidade de acidentes?

Compartilhe!