Trocando o carro pela moto – a economia

Dando continuidade a minha campanha para aposentar os carros, vou falar um pouco sobre a economia ao usar a Moto no lugar do carro.

A maioria das pessoas usa seu carro só, sem passageiros, e sem bagagem a maior parte do tempo. Pessoas que vão e voltam do trabalho de carro podem estar perdendo uma ótima oportunidade de economizar um bom dinheiro.

Os carros mais econômicos atualmente fazem até 15 km com um litro de gasolina. As Motos menores sempre fazem acima de 28 km por litro, ou seja, quase o dobro. Além disso, o tempo economizado também deve ser contabilizado, afinal, quanto menos tempo você perde no trajeto de casa para o trabalho e vice-versa, mais tempo ganha para fazer o que gosta.

As principais vantagens são:

Economia de combustível:
Como falei: Normalmente você gasta metade da gasolina que gastaria com um carro, consequentemente, o custo da sua viagem vai cair pela metade. Por exemplo: Se você mora na Vila São Miguel, zona Leste de São Paulo, e trabalha em Alphaville, seu trajeto tem 40 km para ir e 40 km para voltar em média. Fazendo 15 km/l, você gasta 5,333 litros de gasolina. Com a gasolina a 2,50, gasta um total de R$ 13,33 apenas com gasolina. De moto, gastaria R$ 7,14. Em um mês com 20 dias úteis, terá economizado R$ 123,80. Com este valor economizado, você já paga a prestação do consórcio da moto.

Economia de tempo:
Motos andam mais rápido que carros em meio ao trânsito urbano. No exemplo acima, o trajeto de carro leva em média 1 hora (saíndo as 8h00). De moto, levaria 30 minutos. Economiza-se 30 minutos na ída e na volta mais 30, ou 1h no total. Agora pergunte-se: Quanto custa uma hora de trabalho sua? Pegue seu salario e divida por 160, pronto, você vai ter o valor da sua hora. Multiplique por 20 e veja quanto dinheiro está deixando de ganhar com seu trabalho. Se ganha 2000 reais, sua hora vale R$ 12,50. Em 20 dias, são R$ 250,00. Agora pergunte-se: Quanto vale dormir 30 minutos a mais de manha? Quanto vale chegar em casa ou na faculdade 30 minutos mais cedo?

Vamos supor que você vai comprar um veículo zero para usar para trabalhar (no trajeto do exemplo acima), e está se decidindo entre um carro e uma moto. E ainda tem planos de vender o carro ao final de 1 ano. Vamos comparar os custos.

Em 1 ano fazendo este trajeto, você vai rodar 19.200 km (80 km por dia, 20 dias por mês). Neste tempo, ambos carro e moto não precisam trocar pneus nem pastilhas de freio. Apenas a revisão e troca de óleo e filtro são necessárias.

  Celta Life (0 km) Suzuki Yes 125cc (0 km)
Preço R$ 26.100,00 R$ 5.500,00
IPVA (4%) R$ 1.044,00 R$ 220,00
DPVAT R$ 80,00 R$ 256,00
Gasolina R$ 3.200,00 R$ 1.714,28
Revisões R$ 1.200,00 (3x) R$ 600,00 (6x)
Valor após 1 ano R$ 21.000,00 R$ 4.800,00
Equipamentos
Guarda-chuva R$ 50,00  
Capacete   R$ 500,00
Luvas impermeáveis   R$ 200,00
Calça Impermeavel   R$ 300,00
Jaqueta Impermeavel   R$ 400,00
Bota impermeável   R$ 250,00
Mochila Impermeável   R$ 200,00

Seguindo estas condições, ao final de 1 ano, você terá gasto um total de R$ 31.624,00 e ao vender o carro, vai ter apenas R$ 21.000,00 de volta. Ou seja, vai ter perdido R$ 10.624,00. De moto, você terá gasto um total de R$ 8.290,28, e ao vender a moto, vai ter de volta 4800,00, então no final vai ter gasto apenas R$ 3.490,28, ou seja, uma economia de R$ 7.133,72! Com essa economia, você pode comprar o equipamento e ainda sobra dinheiro suficiente para comprar a propria moto se você quiser! Veja que eu coloquei preços de equipamentos bons, e não de equipamentos ruims usados pelos motoboys.

Se a conta for feita para 2 anos, o prejuizo do carro será de R$ 17.648,00 e o da moto será de R$ 7.040,00! Uma economia de R$ 10.608,00.

Nem pense em comparar com o transporte público. Você vai se assustar com o valor que você gasta para andar em um transporte precário.

Compartilhe!