GravatarMotos Blog » Curiosidades

Motores 2 Tempos – O milagre está acabando

22 novembro 2007 Escrito por 188 comentários

Os motores de 2 tempos são especiais e tem um espaço reservado no coração de muitas pessoas. Eles têm uma construção muito mais simples do que a dos motores 4 tempos, em geral são muito mais potentes do que os da mesma cilindrada de 4 tempos, e possuem a capacidade de criar milagres quando são preparados.
Aprilia RS250

O motor 2 temposOs motores de 2 tempos tem este nome pois o ciclo de funcionamento ocorre em apenas 2 tempos: Admissão/Compressão e Escape/Exaustão. Nos motores de 2 tempos, o combustível entra no motor por baixo do pistão, e este passa para a câmara de combustão através de uma janela no próprio pistão, que se abre quando esta janela encontra com outra no cilindro. Quando o pistão desce em direção ao ponto mais baixo do cilindro, ele empurra o gás combustível criando uma pressão na parte inferior, e isso força o gás a passar para a parte superior. Quando o pistão sobe, o gás é comprimido e então a vela produz uma faísca, que explode o gás e empurra o pistão para baixo. Quando o pistão desce, ele abre a janela de exaustão, e a fumaça gerada pela explosão sai, e logo a janela de admissão se abre e o processo recomeça.
Nos motores de 4 tempos, o motor dá 2 voltas completas para cada explosão, enquanto que nos motores de 2 tempos, há uma explosão por volta. Por isso eles são mais potentes. Motores de 2 tempos normalmente tem o dobro da potência dos motores de 4 tempos da mesma cilindrada e quantidade de cilindros.

O milagre acontece na preparação. Apenas alterando o escapamento (componente fundamental dos motores de 2 tempos), já é possível obter um ganho expressivo no desempenho. Mas não é apenas isso: É possível alterar o tamanho das janelas de admissão e escape, do pistão e do cilindro. Também é possível mexer na taxa de compressão sem dificuldades, diminuindo ou aumentando a altura do cabeçote.

O Cabeçote dos motores 2 tempos não tem nenhuma parte móvel, não possuem válvulas, nem correntes, nem comandos… Apenas a vela está lá.

Nos motores de 2 tempos, a lubrificação é feita pelo próprio combustível. O óleo é misturado ao combustível, vezes no próprio tanque, ou através de uma bomba que controla a mistura (autolub). Por este motivo, estas Motos poluem muito mais o ar do que as com motores 4 tempos. A fumaça branca é uma característica dos motores 2 tempos.

Por este motivo, os motores 2 tempos estão fadados a morte. Hoje em dia, pouquíssimos modelos ainda são produzidos. Os mais comuns são alguns Scooters e algumas motos de competição. É uma pena, pois estes motores possuem uma tocada muito diferente das dos motores de 4 tempos. É muito legal pilotar uma Moto destas.

Uma explicação mais técnica sobre os motores 2 e 4 tempos, e suas diferenças, pode ser encontrada neste link.

Compartilhe este texto!


Digite o seu nome e e-mail abaixo e saiba quando o Motos Blog é atualizado! Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail! É GRÁTIS!

Seu nome
Seu E-mail